Jesus Era de Esquerda?

jesus-esquerdista

Aproveitando o gancho que agora o blog tem um escopo de assuntos mais amplo decidi tratar um pouco sobre a relação entre Jesus e o esquerdismo. Existem muitas visões a  respeito de Jesus. Muitos o veem como profeta, como filósofo, como moralista, como entidade superior e além da visão mais tradicional de vê-lo como Filho de Deus muitos o veem como revolucionário.

Para muitos esquerdistas como Jesus defendia os pobres ele era um esquerdista revolucionário (a palavra revolucionário aqui no sentido de quem quer quebrar uma ordem imposta). Na visão deles Jesus representava a luta de classes dos mais pobres contra as autoridades romanas e judaicas abastadas e indiferentes para com o povo.

Um dos defensores dessa teoria do Jesus esquerdista é o humorista ultra-esquerdista Gregório Duvivier que em artigo publicado pela Folha em 22 de Junho de 2015 argumenta que Jesus era mais esquerdista do que Karl Marx, pois defendia os pobres, andava descalço, abraçava leproso e segundo ele dava pão e peixe antes de ensinar a pescar.

O que os defensores dessa teoria esquecem é que Jesus realmente se preocupava com os pobres e com os doentes. Ele sentia uma profunda compaixão por eles. Ao contrário dos esquerdistas que historicamente apenas instrumentalizam os pobres para os seus interesses de poder. Os países dominados pelos socialistas em vez da situação dos pobres melhorar apenas piorou. Na União Soviética por exemplo milhões de pessoas morreram de fome.

Jesus também jamais ensinou ninguém a viver de assistencialismo do Estado. Alimentava as multidões para que elas não padecessem por terem ido ouvir a palavra de Deus, mas quando percebeu que elas estavam buscando ele apenas pelos pães as repreendeu severamente (Jo 6:25).  Já os esquerdistas gostam do assistencialismo, pois ele se feito por MUITO tempo (nada contra se feito apenas por um período curto de tempo até a pessoa arrumar um trabalho) escraviza o povo e o obriga a votar nos esquerdistas por medo de perder suas ”bolsas”.

O ponto fulcral que separa Jesus do esquerdismo é que ele não era um revolucionário, não queria quebrar uma ordem estatal imposta. Seu Reino não era deste mundo (Jo 18:36). A revolução que ele propunha era uma revolução de dentro pra fora e do indivíduo para a sociedade. Para ele nos deveríamos nos arrepender de nossos pecados e crer nele como senhor e salvador pessoal. A partir daí passaríamos a mudar sociedade com atitudes positivas e um bom testemunho.

Jesus não era de esquerda e nem de direita. Jesus era e é o Filho de Deus que veio nos salvar de nossos pecados e iniquidades. Ele está acima desses conceitos. Porém se tivéssemos que dizer com qual espectro político os ensinamentos de Jesus mais se aproximam com certeza diríamos que seria a direita, pois seus ensinamentos defendem: a família, a vida, a verdade e a dignidade humana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s